Surpresa! Eu havia dito que a edição 43 era a última do ano, mas surgiu a oportunidade de mais uma vez ouvir a história da criação de uma música da boca de um dos seus criadores e, é claro, que eu não podia deixar passar!
A conversa hoje é sobre a música Formosa e ninguém melhor para narrar essa história do que Guilherme Isnard, fundador e vocalista do Zero!

Agradecimentos a Fernando Ramos (do canal de Youtube, blog e podcast Podcaverna) e André Nascimento (colaborador do site Whiplash) que possibilitaram essa edição.

capa do EP Passos no Escuro
Capa do EP Passos no Escuro
Guilherme Isnard por Flavio Colker
Guilherme Isnard em1985 (foto:Flavio Colker)


GUILHERME ISNARD NAS REDES
Instagram: www.instagram.com/guilhermeisnardzero/ 
Spotify: open.spotify.com/artist/3l7mZtOB6gpkL3z9sYjU0m 
Facebook: www.facebook.com/bandazerooficial 
YouTube: www.youtube.com/bandazero


Ouça Quando Esse Mal Passar, o novo single de Guilherme Isnard no YouTube.

Uma troca de áudios entre os amigos Guilherme Isnard e Elísio Neto, ainda nas primeiras semanas da quarentena, culminou no single “QUANDO ESTE MAL PASSAR”. A balada estreou no dia 23 de outubro, às 21h, nas plataformas digitais. Guilherme é o vocalista e Elísio, o guitarrista da banda, completada por Nivaldo Ramos no baixo e no vocal, Rigel Romeu nos teclados e Fabiano Matos na bateria.

Nascida durante o confinamento, a música, criada e gravada de forma remota, é um tema de amor romântico que aponta para o futuro pós-pandêmico. A canção abre uma janela de esperança utópica para o momento que sucederá à superação dos males atuais, ao mesmo tempo em que aponta a responsabilidade e o empenho individual como meio para ultrapassá-los.

Ouça aqui com exclusividade: https://open.spotify.com/track/1xNLhIoaJlC8xYDF5cOfwJ?si=G-Sz9L3-TByJoxz7e2eXew  

“Em 25 de março recebi no telefone um tema do Elísio que repetia a frase ‘aonde você quer chegar’. Com o coração apertado por conta dos males que nos atacavam na saúde, na política e na economia, só consegui pensar em emergir da aflição e conclamar a todos para cumprirem o seu papel no processo. O verso ‘não há quem corte a nossa onda’ é uma citação à ‘TELEFONE’, do saudoso Júlio Barroso, da Gang 90, que já cantava o amor à distância em 1983”, conta Guilherme, criador da letra.

Para Elísio, a música veio “em um momento de reflexão sobre o futuro, incertezas, medo e em total isolamento com minha esposa grávida, pensei sobre a vida e em como gostaríamos de estar quando todo esse momento de caos passasse. Olhando para o horizonte pude me libertar através da melodia que não saia da minha cabeça. Uma pergunta resumia tudo que eu sentia: aonde você quer chegar?”. A pandemia ainda está em curso, mas a parceria já tem um destino certo.

Escolhida como o primeiro single da retomada da carreira de Guilherme Isnard, “QUANDO ESTE MAL PASSAR” foi produzida pelo renomado Apollo Nove. Ele definiu a forma final da composição com a elegância que sempre foi uma assinatura do trabalho autoral de Isnard à frente da legendária banda ZERO.


Formosa foi composta por Fred Haiat, Eduardo Amarante e Guilherme Isnard
© 1985 EMI 


Músicas utilizadas na edição: YouTube Music Library
Quando Esse Mal Passar - Guilherme Isnard & Zero 
Lonely Troutman - William Rosati
Long Road - Futuremono
Plaidness - Francis Preve


Agradecimentos aos produtores virtuais pelo apoio:
Fabiano F. M. Cordeiro
Ricardo Bunnyman (AutoRadio Podcast)
Tiago Rosas (Kit de Releituras Musicais)
Marcos Coluci
Marcelo Machado (Podcast de Garagem)
Danilo de Almeida (Doublecast, Já Ouviu Esse Disco)


Gostaria de apoiar o 80 WATTS? É só escolher a plataforma de sua preferência.

TkKRQFb.jpg ng3b4tw.png TeInklO.gif PicPay


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.

Background vector created by freepik - www.freepik.com

Share | Download

Play this podcast on Podbean App